Volume 42/44 Número 68/70 - 1990/92


SUMÁRIO

Osmóforos: Retrospectiva dos últimos 20 anos de pesquisa
Ary Gomes da Silva

Novas Espécies de Ditassa (Asclepiadaceae) para o Estado do Rio de Janeiro
Nilda Marquete Ferreira da Silva & M. da C. Valente

Variações morfológicas das Chlorophyta da Lagoa de Araruama, Rio de Janeiro
Renata Perpetuo Reis

Feofíceas novas e raras para o litoral brasileiro
Gilberto M. Amado Filho & Yocie Yoneshigue-Valentin

Viguiera paranensis (Malme) J. U. Santos. (Compositae-Heliantheae). Uma nova combinação para o gênero.
João Ubiratan Moreira dos Santos

Espécies de Aphelandra R. Br. (Acanthaceae) no Estado do Rio de Janeiro - Morfologia foliar e das brácteas.
Sheila Regina Profice

Cactaceae da Área de Proteção Ambiental da Massambaba, Rio de Janeiro, Brasil.
Maria de Fátima Freitas

Novas ocorrências de briófitas no Brasil.
D. P. Costa & O.Yano

 


Osmóforos: Retrospectiva dos últimos 20 anos de pesquisa

Ary Gomes da Silva

RESUMO

Foram levantados os trabalhos produzidos nos últimos 20 anos de pesquisa em osmóforos, uma estrutura glandular floral envolvida na secreção de substâncias voláteis acompanhada, em muitos casos, de termogênese. As informações abrangem as tendências de pesquisa na estrutura e ultraestrutura anatômica da glândula, no perfil químico dos voláteis secretados, seu envolvimento na ecologia da polinização de angiospermas e nas respostas etológicas e eletrofisiológicas de insetos, induzidas pelos osmóforos e suas secreções.

Palavras-chave: osmóforos, glândulas florais, voláteis florais, flores de perfume, polinização, pseudocópula, eletrofisiologia, Euglossini, Hymenoptera.

ABSTRACT

A survey of the last 20-year publication about osmophores is presented. Osmophores are floral scent glands which volatile secretion process is followed by heating in many of its types. Available data include trends in research about anatomical structure and ultrastructure of the gland, chemical constituents of produced volatiles, its role on pollination of angiosperms and ethological and electrophysiological responses of insects to osmophores and their secretion.

Key words: osmophores, floral glands, floral scents, perfume flowers, pollination, pseudocopulation, electrophisiology, Euglossini, Hymenoptera.

Obtenha o PDF deste artigo

 


Novas Espécies de Ditassa (Asclepiadaceae) para o Estado do Rio de Janeiro

Nilda Marquete Ferreira da Silva
M. da C. Valente

RESUMO

São descritas duas novas espécies do gênero Ditassa, para o Estado do Rio de Janeiro, Brasil.

 

ABSTRACT

Two news species from State Rio de Janeiro, Brazil, are described.

Obtenha o PDF deste artigo

 


Variações morfológicas das Chlorophyta da Lagoa de Araruama, Rio de Janeiro

Renata Perpetuo Reis

RESUMO

O levantamento taxonômico da lagoa hiperhalina de Araruama revelou que cinco táxons pertencentes as Ulvales e as Cladophorales foram os que apresentaram as variações morfológicas mais marcantes. São fornecidas as descrições, variações morfológicas, comentários e ilustrações de Enteromorpha flexuosa subsp. flexuosa, Ulva lactuca, U. rigida, Cladophora vagabunda e Rhizoclonium tortuosum e são discutidos os fatores abióticos que ocasionaram estas variações.

 

ABSTRACT

The taxonomical survey of the hiperhaline lagoon of Araruama showed that five taxa of Ulvales and Cladophorales presented great morfological variations. Descriptions, morphological variations, comments and illustrations of Enteromorpha flexuosa subsp. flexuosa, Ulva lactuca, U. rigida, Cladophora vagabunda and Rhizoclonium tortuosum are given. The abiotic factors that may cause these variations are discussed.

Obtenha o PDF deste artigo

 


Feofíceas novas e raras para o litoral brasileiro

Gilberto M. Amado Filho
Yocie Yoneshigue-Valentin

RESUMO

Durante estudo sobre a flora marinha bentônica do litoral de Saquarema a Itacoatiara, Estado do Rio de Janeiro, foram coletadas feoficeas de pequeno porte epífitasa em Sargassum filipendula C. Agardh, dentre as quais destacam-se: Myrionema strangulans Greville (Myrionemataceae) como primeira citação da ocorrência do gênero no litoral brasileiro. Hecatonema floridana (Taylor) Taylor (Myrionemataceae) como primeira citação do gênero no litoral sudeste e Elachista minutissima Taylor (Elachistaceae) como primeira citação do gênero no litoral do Estado do Rio de Janeiro.

 

ABSTRACT

During the study of the benthic marine algae from Saquarema to Itacoatiara (Rio de Janeiro State) little epiphytic species of Phaeophyta were collected upon thalli of Sargassum filipendula C. Agarth. Among these: Myrionema strangulans Greville (Myrionemataceae) a new record for the southeast region, and Elachista minutissima Taylor (Elachistaceae) a new record for the Rio de Janeiro State.

Obtenha o PDF deste artigo

 


Viguiera paranensis (Malme) J. U. Santos. (Compositae-Heliantheae). Uma nova combinação para o gênero.

João Ubiratan Moreira dos Santos

RESUMO

Descrição, ilustração e transferência de Aspilia paranensis Malme, para o gênero Viguiera Kunth.

Palavras-chave: Aspilia, Viguiera, Compositae, Heliantheae.

ABSTRACT

The description and illustration of a new combination for the genus Viguiera, based Aspilia paranensis Malme, is provided.

Key words: Aspilia, Viguiera, Compositae, Heliantheae.

Obtenha o PDF deste artigo

 


Espécies de Aphelandra R. Br. (Acanthaceae) no Estado do Rio de Janeiro - Morfologia foliar e das brácteas.

Sheila Regina Profice

RESUMO

O presente trabalho apresenta um estudo sobre a morfologia das folhas e das brácteas de 10 espécies de Aphelandra R. Br. para o estado do Rio de Janeiro. Destaca-se a análise da nervação foliar, epiderme e tricomas. Na epiderme das brácteas são observados tricomas simples e glandular. Os tricomas glandulares podem ser de 2 tipos: subséssil com cabeça globular e pedicelado. É fornecida uma chave analítica para identificação das espécies. Estabelecido um novo sinônimo para Aphelandra neesiana Wassh. e assinalado, pela primeira vez, a ocorrência de Aphelandra ornata (Nees) T. Anderson para o Rio de Janeiro.

 

ABSTRACT

Leaf and bract morphology of ten species of Aphelandra R. Br. from Rio de Janeiro state were studied. Emphasis is placed on leaf venation, epidermis and hairs. Both glandular and non-grandular hairs are present on the bract epidermis. The glandular hairs are of two types: subsessile with globose head, or stalked. A dichotomous key for species identification in presented. A new synonym of Aphelandra neesiana Wassh. is established and Aphelandra ornata (Nees) T. Anderson is recorded for the first time in Rio de Janeiro state.

Obtenha o PDF deste artigo

 


Cactaceae da Área de Proteção Ambiental da Massambaba, Rio de Janeiro, Brasil.

Maria de Fátima Freitas

RESUMO

Cactaceae da Área de Proteção Ambiental da Massambaba, Rio de Janeiro, Brasil. Foi realizado um levantamento das espécies de Cactaceae encontradas na planície arenosa da Área de Proteção Ambiental da Massambaba, que ocupa parte dos Municípios de Saquarema, Araruama e Arraial do Cabo, no Estado do Rio de Janeiro. Registrou-se 13 espécies pertencentes aos gêneros: Pereskia, Opuntia, Cereus, Melocactus, Pilosocereus, Epiphyllum, Hylocereus, Selenicereus, Lepismium e Rhipsalis. As espécies foram caracterizadas morfologicamente, com ênfase nas observações de campo e sua distribuição nas zonas de vegetação.

Palavras-chave: Cactaceae, Restinga, Florística

ABSTRACT

Cactaceae from Massambaba Environmental Protection Area, Rio de Janeiro, Brazil. Species of Cactaceae which occur in the sand coast of Massambaba Environmental Protection Area were surveyed. This area includes part of Saquarema, Araruama and Arraial do Cabo Municipalities in State of Rio de Janeiro. The following genera with 13 species were recognized for the study area: Pereskia, Opuntia, Cereus, Melocactus, Pilosocereus, Epiphyllum, Hylocereus, Selenicereus, Lepismium and Rhipsalis. The description of morphology, field observation and the distribution of the species in the vegetation zones of the Restinga are included.

Key words: Cactaceae, Restinga, Floristic.

Obtenha o PDF deste artigo

 


Novas ocorrências de briófitas no Brasil.

D. P. Costa & O.Yano

RESUMO

Três espécies de musgos estão sendo referidas como novas ocorrências para o território brasileiro, pertencentes a duas famílias e três gêneros. Para cada espécie são apresentadas dados quanto ao basiônimo, localidade-tipo, descrição, ilustração e comentários sobre o substrato, características importantes para a identificação e distribuição no mundo.

 

ABSTRACT

Three species of mosses are reported as new records for Brazil. The taxa are distributed among two families and three genera. For each specie are presented basionym, type locality, description, illustration, and comments on substrate, the most iimportant characters for identification and geographical distribution in the world.

Obtenha o PDF deste artigo