Volume 54 Número 83 - 2003


SUMÁRIO

Primeiros estudos citotaxonômicos e distribuição geográfica de Rhynchosia naineckensis Fortunato
(Leguminosae) para o estado de Goiás

Elaine Biondo, André RosalvoTerra Nascimento, Sílvia Teresinha Sfoggia Miotto& Maria Teresa Schifino-Wittmann

Pteridófitas ocorrentes em fragmentos de Floresta Serrana no estado de Pernambuco, Brasil
Sergio Romero da Silva Xavier & Iva Carneiro Leão Barros

Anatomia do lenho de três espécies do gênero Simira Aubl. (Rubiaceae) da Floresta Atlântica no estado do Rio de Janeiro
Cátia Henriques Callado & Sebastião José da Silva Neto

A regulamentação dos jardins botânicos brasileiros: ampliando as perspectivas de conservação da biodiversidade
Oraida Maria Urbanetto de Souza Parreiras

Bauhinia ser. Cansenia (Leguminosae: Caesalpinioideae) no Brasil
Angela Maria Studart da Fonseca Vaz & A. M. G. Azevedo Tozzi

 


Primeiros estudos citotaxonômicos e distribuição geográfica de Rhynchosia naineckensis Fortunato
(Leguminosae) para o estado de Goiás

Elaine Biondo
André RosalvoTerra Nascimento
Sílvia Teresinha Sfoggia Miotto
Maria Teresa Schifino-Wittmann

RESUMO

O objetivo deste trabalho foi determinar o número cromossômico e citar nova ocorrência na distribuição geográfica de Rhynchosia naineckensis Fortunato para o estado de Goiás. Foram coletados espécimes em três diferentes populações naturais ocorrentes em fragmentos de floresta decídua, localizados na região nordeste de Goiás, Brasil. A espécie é diplóide com 2n = 2x = 22 cromossomos. Foram observados cromossomos metacêntricos e submetacêntricos e núcleos interfásicos arreticulados. Rhynchosia naineckensis está sendo citada como primeira ocorrência para o estado de Goiás.

Palavras-chave: Rhynchosia, cromossomos, núcleo interfásico, distribuição, Leguminosae

ABSTRACT

This work aimed to determine the chromosome number and report a new occurrence in the geographical distribution of Rhynchosia naineckensis Fortunato to Goias state. Specimen were collected from three different natural populations from fragments of deciduous forest in Northeast Goiás. This species is diploid, with 2n=2x=22 chromosomes. Meta and submetacentric chromosomes and arreticulate interphase nuclei were observed. This is the first citation of Rhynchosia
naineckensis
for the state of Goiás.

Keywords: Rhynchosia, chromosomes, interphase nuclei, distribution, Leguminosae

Obtenha o PDF deste artigo


Pteridófitas ocorrentes em fragmentos de Floresta Serrana no estado de Pernambuco, Brasil

Sergio Romero da Silva Xavier
Iva Carneiro Leão Barros

RESUMO

Foi realizado um levantamento florístico e análise de aspectos ecológicos das pteridófitas ocorrentes no brejo de Serra Negra em Bezerros, estado de Pernambuco, Brasil. Caracterizada como Brejo de Altitude ou Floresta Serrana, a área de estudo apresenta flora diferenciada da vegetação semi-árida que a cerca, por isso, os Brejos de Altitude, em especial a Serra Negra de Bezerros, atualmente estão sofrendo acelerado processo de devastação. Em um período de um ano, foram encontradas 31 táxons específicos, sendo a família Polypodiaceae a mais representativa com 46% dos registros. A espécie Trichomanes angustifrons (Fée) Wess. Boer destaca-se como novo registro para o Nordeste do Brasil. Os aspectos ecológicos que predominaram no brejo de
Serra Negra de Bezerros foram o hábito herbáceo, o habitat rupícola, o tipo de ambiente mesófilo, a forma de vida hemicriptófita e os afloramentos rochosos como ambientes preferenciais. O fator condicionante da área ainda possuir certa diversidade específica, mesmo com a ampla restrição da mata nativa é que foram mantidas importantes condições ambientais necessárias para a sobrevivência da pteridoflora, como temperaturas baixas, umidade relativa do ar elevada e garoa noturna e matinal sempre presente.

Palavras-chave: Bezerros, Brejo de Altitude, Floresta Serrana, Pernambuco, pteridófitas.

ABSTRACT

A floristic survey and analysis of ecological aspects of the pteridophytes occurring at the brejo of Serra Negra, Municipality of Bezerros, State of Pernambuco – Brazil, was conducted. The study site, characterized as Brejo de Altitude or Floresta Serrana, presents a flora that distinguishes itself from the surrounding semi-arid vegetation. Therefore, the Brejos de Altitude and particularly the Serra Negra of Bezerros are currently going through a very intense devastation process. Thirtyone specific taxa have been found in a period of a year, among which the Polypodiaceae is well represented comprising 46% of these registers. The species Trichomanes angustifrons (Fée) Wess. Boer stands out as a new register for Northeastern Brazil. The predominant ecological aspects observed at the brejo of Serra Negra of Bezerros were herbaceous habit, lithophytic habitat, a mesophylous type of environment, life form hemicryptophyte and the rocky formations as preferential
environments. Despite the highly restricted native vegetation, the area still owns conditioning factors for the occurrence of a certain diversity of species. These factors are important environmental conditions such as low temperatures, high relative air humidity, and night and morning mist. These conditions have been maintained, and are important and necessary to the survival of the pteridophyte flora.

Keywords: Bezerros, Brejo de Altitude, Floresta Serrana, Pernambuco, pteridophytes.

Obtenha o PDF deste artigo


Anatomia do lenho de três espécies do gênero Simira Aubl. (Rubiaceae) da Floresta Atlântica no estado do Rio de Janeiro

Cátia Henriques Callado
Sebastião José da Silva Neto

RESUMO

A anatomia do lenho das espécies Simira glaziovii (K. Schum.) Steyerm., S. pikia (K. Schum.) Steyerm. e S. rubra (Mart.) Steyerm. (Rubiaceae) é descrita no presente trabalho. Os caracteres anatômicos são discutidos em relação à taxonomia das espécies estudadas, tendo sido observadas como principais diferenças entre os táxons: a presença de células envolventes e o tipo de inclusões inorgânicas nos raios; a freqüência, o diâmetro e o comprimento dos elementos de vaso; a freqüência, a largura e o comprimento dos raios e o comprimento das fibras. A coloração que a madeira adquire após o corte pode ainda ser utilizada como importante subsídio na identificação das espécies.

Palavras-chave: anatomia do lenho, taxonomia, Rubiaceae, Simira, Floresta Atlântica.

ABSTRACT

The wood anatomy of the species Simira glaziovii (K. Schum.) Steyerm., S. pikia (K. Schum.) Steyerm. and S. rubra (Mart.) Steyerm. (Rubiaceae) is decribed. The wood anatomy is discussed in relation to taxonomy of studied species. The main anatomical differences were: presence of sheath cells and type of inorganic inclusions on rays; vessels frequency, width, and length; rays frequency, width, and length; and fibres length. The colour that woods acquired before cut can be used to important subside on identification of species.

Keywords: wood anatomy, taxonomy, Rubiaceae, Simira, Atlantic Rainforest.

Obtenha o PDF deste artigo


A regulamentação dos jardins botânicos brasileiros: ampliando as perspectivas de conservação da biodiversidade

Oraida Maria Urbanetto de Souza Parreiras

RESUMO

As tentativas de reverter o fracasso no desenvolvimento e na gestão do meio ambiente estão ligadas ao êxito das propostas relativas aos conceitos, ainda em construção, de desenvolvimento sustentável e de conservação da biodiversidade.
Os jardins botânicos direcionam, hoje, sua atuação para os problemas da conservação, na interface entre a conservação in situ e ex situ, objetivando a preservação da biodiversidade, e buscam uma estratégia comum para implementar políticas e ações para a conservação, ganhando destaque uma estratégia mais voltada para a flora local, aliada a outras formas de contribuição para a sustentabilidade ambiental do planeta.
O objetivo deste trabalho é efetuar uma análise crítica da Resolução/CONAMA 266, que estabelece diretrizes para a criação, normatiza o funcionamento, define os objetivos e uma classificação para os jardins botânicos brasileiros.
A análise do processo de regulamentação em curso evidencia a necessidade de aperfeiçoar a Resolução 266 - vista e entendida à luz das principais questões ambientais que compõem o momento histórico atual; muito além de mero instrumento normativo, deve ser entendida como um elemento para promover o desenvolvimento dos jardins botânicos, na perspectiva colocada pela necessidade da conservação da diversidade biológica e da promoção do uso sustentável dos recursos naturais.

Palavras-chave: jardins botânicos, regulamentação, conservação, legislação brasileira

ABSTRACT

Botanical gardens around the world are now committed with preservation matters, mainly in the field of biodiversity maintenance, acting between in situ and ex situ conservation. They look for common strategies in the planet environmental sustainability, especially those directed to the local flora.
The purpose of this work is to undertake a critical analysis of the Resolução CONAMA 266, the legal text that fixes guidelines for the creation of Brazilian botanical gardens, with definitions of aims and operational norms, also including a structure for their classification.
One of the conclusions of the analysis refers to the necessity of revising the Resolução 266, in the light of the main environmental questions that have been arising recently. Far beyond a pure set of norms, it must be regarded as an instrument to promote the development of Brazilian botanical gardens, as demanded by the sustainable use of natural resources, with emphasis in the biodiversity
conservation.

Keywords: botanic gardens; norms; plants conservation; Brazilian legislation

Obtenha o PDF deste artigo


Bauhinia ser. Cansenia (Leguminosae: Caesalpinioideae) no Brasil

Angela Maria Studart da Fonseca Vaz
A. M. G. Azevedo Tozzi

RESUMO

Este trabalho fornece chave para identificação, sinonímia, descrição, distribuição geográfica e habitat, comentários sobre taxonomia para 35 espécies e 4 variedades de Bauhinia
sect. Pauletia ser. Cansenia, nativas no Brasil. Além disso, o capítulo introdutório oferece um estudo preliminar dos caracteres morfológicos e relação inter-específica dos táxons
estudados. O tratamento taxonômico é baseado em mais de 1200 coleções e também em várias duplicatas destas coleções depositadas em mais de 60 herbários. Os caracteres
taxonômicos também foram observados em árvores de 3 espécies cultivadas no Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Observações de campo foram feitas nos estados do Rio de Janeiro, Bahia, Goiás e no Distrito Federal. Duas novas ocorrências - B. cinnamomea e B. conwayi - são relatadas para o Brasil. Três novas combinações para as variedades de B. ungulata são propostas. Vinte e nove sinônimos taxonômicos (heterotípicos) são aceitos, destes, 25 são apresentados pela primeira vez. A distribuição dos táxons de Bauhinia ser. Cansenia no Brasil foi assinalada em 9 mapas. Dezenove pranchas ilustrativas são apresentadas.

Palavras chaves: Leguminosae, Bauhinia, Taxonomia, Brasil

ABSTRACT

This treatment provides a key to identification, synonymy, description, geographic distribution and habitat, taxonomic comments for 35 species and 4 varieties of Bauhinia sect. Pauletia ser. Cansenia, native to Brazil. Besides this, the introdutory chapter offers a preliminary study of the morphological characters and interspecific relationship of studied taxa. The taxonomic treatment presented is based on more than 1200 herbarium collections and several duplicates (sheets) of most of these collections of more than 60 herbaria. Taxonomic characters were also observed on trees of 3 species cultivated at Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Field observations were made at Rio de Janeiro, Bahia, Goiás states and Federal District. Two new occurrences of species for Brazil - B. cinnamomea e B. conwayi - are recorded. A new name (replacement name) – Three new combinations are proposed. Twenty nine taxonomic (heterotypic) synonyms are accepted and 25 of them are presented here for the first time. The distribution of the studied taxa of Bauhinia ser. Cansenia is shown in 9 maps. Nineteen illustrative plates are presented.

Key words: Leguminosae, Bauhinia, Taxonomy, Brazil

Obtenha o PDF deste artigo